Eis o texto completo da Carta do Mundo Livre. Por favor leia-a atentamente cada princípio se concordar. De seguida  clique em ‘assinar carta’.

Irá reparar que a Carta não é muito longa. De fato, apenas dez princípios básicos constituem a Carta do Mundo Livre. Enquanto as razões e implicações da Carta são complexos, os princípios em si são muito simples.

Cada princípio é conciso na linguagem para evitar ambiguidade, e é acompanhado por baixo por uma breve descrição e explicação de porque é necessário. Se tem alguma dúvida sobre algum dos princípios, ou não tem a certeza de algo, por favor leia a nossa página de FAQ que poderá responder à sua pergunta.

 

Preâmbulo

Neste ano, 2017, as nossas liberdades pessoais, o ambiente e a biodiversidade tornaram-se criticamente ameaçadas pela nossa má gestão dos recursos globais.

Este documento carta propõe dez princípios fundamentais nos quais é possível fundar toda uma nova sociedade mundial baseada na justiça, senso comum e sobrevivência. Quando seguidos, estes princípios irão concretizar a igualdade humana, minimizar o sofrimento e a injustiça, criar uma sociedade cooperativa que promove o progresso e a tecnologia, e garantir um mundo saudável, diverso e sustentável para todas as espécies.

Se concorda com esta visão, por favor registre o seu apoio tornando-se assinante e partilhando este website e os seus ideais com os seus amigos. Só com o apoio popular poderemos efetuar os tipos de mudanças necessárias para sustentar a vida na Terra a longo prazo.

1. A maior preocupação da humanidade é o bem comum conjunto de todos os seres vivos e biosfera.

2. A vida é preciosa em todas as suas formas, e livre de se desenvolver no bem comum conjunto.

3. Os recursos naturais da Terra são, à nascença, um direito de todos os seus habitantes, e livres para partilhar no bem comum conjunto.

4. Todo o ser humano é uma parte igual de uma comunidade mundial de humanos, e um cidadão livre da Terra.

5. A nossa comunidade é fundada no espírito de cooperação e no entendimento da Natureza, proporcionados pela educação básica.

6. A nossa comunidade proporciona a todos os seus membros as necessidades para uma vida saudável, plena e sustentável, livremente e sem obrigações.

7. A nossa comunidade respeita os limites da Natureza e dos seus recursos, assegurando o consumo e desperdício mínimos.

8. A nossa comunidade encontra soluções e promove o progresso principalmente através da aplicação da lógica e do melhor conhecimento disponível.

9. A nossa comunidade reconhece o seu dever de proteção e compaixão para com membros impossibilitados de contribuir.

10. A nossa comunidade reconhece a sua responsabilidade em manter uma biosfera diversa e sustentável de que toda a vida futura possa desfrutar.